Cognitivo Comportamental – Brasília

Banner 3

Banner2

Banner 1

Perguntas


Terapia comportamental e cognitivo-comportamental são iguais?

Atualmente quando se fala em terapia comportamental e cognitivo-comportamental, muitas pessoas se confundem e acabam considerando as duas como uma única terapia, apesar da terapia cognitivo-comportamental utilizar algumas técnicas da terapia comportamental, as duas se diferem em relação a pressupostos teóricos e prática. A terapia cognitivo-comportamental utiliza tanto estratégias cognitivas quanto comportamentais para uma mudança cognitiva e consequentemente emocional.

A terapia Cognitivo-Comportamental é um conjunto de terapias que se baseiam nas hipóteses de acesso, mediação e mudança¹.
Hipótese de Acesso: Partimos do pressuposto de que o conteúdo dos nossos pensamentos podem ser acessados.
Hipótese de Mediação: O modo como interpretamos ou pensamos influência a maneira como sentimos ou nos comportamos;
Hipótese de Mudança: Podemos propositalmente modificar a forma como respondemos aos acontecimentos ao nosso redor.

Quantas sessões de terapia são necessárias?

Muitos acreditam que a TCC possui um número determinado de sessões, entretanto este modelo é utilizado em programas para pesquisa ou tratamentos em grupo. Na clínica devemos adequar o tratamento ao paciente e não o inverso, desta forma cuidaremos para que o tratamento seja completo e personalizado.²

A terapia cognitivo-comportamental é eficaz?

Pesquisadores da terapia cognitivo-comportamental buscam a todo o momento aprimorar e fornecer melhores tratamentos para diferentes tipos de problemas, ou seja, a TCC não para no tempo, mas progride e se aperfeiçoa por meio da validação cientifica. Diversas pesquisas no mundo todo demonstram a eficácia da TCC se comparado a outros tipos de tratamentos e através destas a TCC tem se mostrado a psicoterapia com melhor validação cientifica.³

Alguém pode ser terapeuta de outra abordagem e cognitivo-comportamental ao mesmo tempo?

Devido ao crescimento e reconhecimento cientifico muitos terapeutas de outras abordagens procuram conhecer e se aprofundar na TCC, entretanto junto com este crescimento alguns terapeutas sem conhecimento ou treinamento específico se aproveitam da necessidade crescente por tratamentos baseados em evidências para se intitularem como terapeutas da TCC, seja por marketing ou até mesmo por ecletismo de abordagens. O ecletismo pode ser visto como falta de compreensão e aprofundamento teórico, pois a necessidade de se tornar eclético é resultado de uma falta de fé na teoria que baseia sua abordagem de origem, quem utiliza mais de uma abordagem não acredita na teoria que estudou.

A TCC não vai atrapalhar meu tratamento com outros profissionais da saúde?

A TCC permite uma comunicação clara com o modelo diagnóstico, por meio deste o terapeuta pode se comunicar com outros profissionais e assim manter um tratamento combinado com a psicofarmacologia (medicação). Dependendo de cada caso a TCC pode ser realizada com ou sem medicação.³

Júlio Alves

 

Referências Bibliográficas

  1. Dobson DDKS. A terapia cognitivo-comportamental baseada em evidências. 1ª ed. Porto Alegre: Artmed; 2010.2. Shinohara H. Entrevista com Christine Padesky. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas. 2009;5:98-103.3. Knapp P, Beck AT. Fundamentos, modelos conceituais, aplicações e pesquisa da terapia cognitiva. Revista Brasileira de Psiquiatria. 2008;30:s54-s64.

Todos os direitos reservados. É proibido a reprodução integral ou parcial sem autorização.

brain